Quem atrapalha durante uma catástrofe ambiental.

Na tragédia de Santa Catarina, em 2008, acabamos conhecendo pessoas fantásticas, que fazem de tudo para ajudar e confortar. Mas essa moeda tem outro lado. Tem aqueles que pouco ajudam e muito atrapalham. Conheça alguns deles:


"O Profeta do Apocalipse"
Você está com lama até o pescoço e aparece um fiel de igreja argumentando que estamos passando por um castigo divino. Deus está testando nossa fé ou sei-lá-o-que. Costuma desanimar as pessoas e tenta convencê-las a contribuir com a igreja que representa. Pegar uma pá para ajudar, o que é bom, nem pensar. Recebi um email com a foto de uma cruz, a princípio formada em um dos deslizamentos de terra na Rua Antônio Zendron, em Blumenau. Veio com aquela mensagem falando em castigo divino. Para mim é um evento ocasional da Natureza e não uma punição ou uma montagem em fotoshop. Veja essa outra imagem da cruz e tire suas próprias conclusões.



"O Ganancioso"
É aquele que quer levar vantagem nos piores momentos. Geralmente são comerciantes, mas felizmente a maioria deles se comporta muito bem nessas ocasiões. Porem, em 2008 alguns desalojados disseram ter pago vinte reais por 5 litros de água. O pão também teve aumento de preço, pulando para dez reais o quilo. Combustíveis e gás de cozinha também tiveram seu preço bem alterado para cima. A polícia foi acionada em alguns casos para coibir os abusos e parece que houve até prisões.
Pense. Você está sob montes de entulhos, a leptospirose é um risco grande, se machuca, precisa de um pouco de água limpa para não deixar infeccionar e um cara-de-pau quer lhe explorar. Ainda bem que não conheci nenhum deles.

"Não tô nem aí"
São os mais inofensivos. Ficam o dia visitando os lugares atingidos só para apreciar a desgraça alheia. Nos primeiros dias pós enxurrada, o congestionamento de automóveis era tão grande que chegou a atrapalhar o trabalho das equipes de resgate. Também são conhecidos como "turistas do caos". A defesa civil cansou de mandá-los para casa, mas era inútil. Dentro dessa mesma categoria, há aqueles que não colaboram mesmo. Enquanto as autoridades imploram para que todos economizem água, alguns estão lavando seus carros.

"O Boateiro"
Especialista em deixar as pessoas ainda mais assustadas. Chega e diz ter ouvido na previsão do tempo que “choverá por mais uma semana”. Aconteceu comigo numa terça feira. Uma senhora veio me dizer que uma barragem bem longe daqui estava em risco de romper e seria o nosso fim. Ela só não sabia que mesmo em caso de rompimento, Blumenau não está no seu caminho.

"O Saqueador"
O pior de todos. Costuma agir de maneira covarde, se aproveitando da desgraça alheia. Em 1983 meu pai conheceu um deles. Com água na altura da janela e medo dos saques, decidiu dormir no forro de casa, lá onde ficam os gambás, junto com alguns bens que puderam ser levados para cima. A certa altura da madrugada ouviu um barulho, apanhou sua antiga espingarda de caça, calibre 36, subiu no telhado e esperou. Na casa do vizinho um saqueador já havia arrombado a janela e se preparava para levar a televisão. Foi quando o bandido ouviu um assobio, olhou para o lado e viu os "dois canos" apontados em sua direção. Meu pai disse: "Vem prá cá, traz a canoa e pula na água, seu fdp". Ele já veio chorando e pedindo pelo amor de Deus para não ser morto. Outros vizinhos ouviram a confusão e convenceram meu pai a deixá-lo ir embora. Nunca o perdoei por isso.


Ainda dizem que eu sou o fedido. Gente doida.

8 comentários:

lu-garcia disse...

Gostaria de entender o motivo que leva as pessoas a sempre culpar Deus pelas desagraças do mundo. Nunca vou acreditar que o que está acontecendo é castigo divido. Acredito no amor de Deus por nós e é por esse motivo que estamos aqui, eles nos deu está terra para vivermos e somos nós mesmos que estamos destruíndo ela. A cruz que apareceu no alto do morro é realmente um fato verídico, e talvez até bizarro...mas, para não passa de uma simples coincidência. O que está acontecendo é culpa de homem que insiste em tentar dominar a natureza e ela simplesmente reage a seu favor. Não culpo as pessoas que constroem suas casas em morros, pois afinal de contas nossa região é uma Vale e consequentemente teremos morros por toda a parte. Mas os homens com suas mega construções, rompendo solo de norte a sul, invadindo os mares, entre outros. Essas chuvas, ocasionadas pelas tais massas de ar, alterações que nunca foram vistas - aquecimento global quem sabe? - os lixos que jogamos diariamente no chão e nos rios. Por esse motivo fico impressionada como o ser humano tem a capacidade de culpar Deus pelos seus erros. Estou chocada com tudo que acontenceu, é muito triste ver famílias perdendo tudo inclusive a vida de seus parentes. Diante disto torno a dizer que Deus seria incapaz de castigar seus filhos de forma tão cruel, para que os bons paguem pelos erros dos maus, não isso nunca.

Gambá disse...

Querida Lu-Garcia...Concordo com o que você diz...É fácil para as pessoas culparem Deus pelas desgraças que acontecem, mas esquecem de olhar para dentro de si mesmo...Todos deixaram de "ser" e agora querem "ter" e esse ter está destruindo o planeta...Não sei se o que aconteceu com Santa Catarina tem alguma influência de nossos atos. Talvez sim, talvez não..Aquecimento global? Quem sabe?...Pode ser que nosso planeta esteja passando por alguma alteração natural...é díficil dizer. Só sei que Deus nada tem a ver comn isso...
Obrigado pela visita.

Abraços do Gambá

lu-garcia disse...

complementando...
acredito que se o que apareceu naquele morro foi obra de Deus, então ele quis mandar uma mensagem para acalmar nossos corações. Que com a sua benção vamos vencer.

Marcos disse...

Isso ai nada mais é do que o resultado de uma cidade mau projetada, só faltou construirem casas nas árvores , porque nos morros de barros é só o que tinham,não consigo entender como morar embaixo de uma encosta tão frágeis como são as desatas cidades devido solo arenoso, coisa de gente burra, agora fica ai falando que é castigo, isso ai é burrice mesmo,nada mais.

Gambá disse...

Marcos....as coisas não são bem assim. Em muitos lugares do Brasil pessoas moram em encostas e em Blumenau não é diferente. O que acontece agora é que chove na região há mais de três meses e o solo está encharcado, sem conseguir absorver mais água. Se você acompanhou na TV deve ter visto deslizamentos onde encostas e árvores com raízes enormes vieram abaixo. O terreno estava com muito peso pelo excesso de água e a gravidade se encarregou de fazer o resto. Casas bem construídas com fundamentos bem feitos também desabaram e o fato não se restringiu somente a população de baixa renda.

junior disse...

isso dai apenas na verdade é DEUS !! com as pessoas q estao virando as costas pra ele e só querem saber de bens materias e tao esquecendo de DEUS, como ontem eu vi no jormal falando q eh a mae naturesa que fez a cruz que foi um fenomeno !!
fenomeno coisa nehuma e DEUS mostrando pras pessoasm q ELE exite se arrependerem e voltar para ele !!
blumenao,itajai sao duas cidades q tao com chero de prostituiçao,chero de alcool vcs achao que DEUS se alegra com isso voltem seus coraçao para o SENHOR e veraz q isso nao foi nada que depois do jetsemani sempre tem uma grande vitoria ;)
Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra.
2 Crônicas 7:14

Gambá disse...

Caro Junior...você é um exemplo do que eu falei.
Obrigado pela visita.

santos disse...

Santa Catarina ainda tem tempo de se voltar a Deus.
Aqui em São Paulo em breve também vamos ter um grande acontecimento dramático/drástico, devido ao grande odor de pecado que estamos ezalando. Aguardem.